Category

Congresso e Palestra

Como eu me preparo para uma palestra ministrar aula montar slide apresentação público linguagem comunicação informação congressos eventos simpósios

Como eu me preparo para uma palestra?

By | Congresso e Palestra | No Comments

Frequentemente sou chamado para dar uma palestra ou uma aula. Essas aulas e palestras tem múltiplos assuntos sobre genética médica, em especial, perdas gestacionais, infertilidade, reprodução humana, testes genéticos.

Inicialmente, para poder realizar uma palestra, eu devo planejar o que vai ser comunicado. O ato de comunicar é um ato de duas vias, quem fala e quem ouve a mensagem a ser passada.

O planejamento do que será apresentado inicia-se a partir da definição do tema e do público. Estas são duas chaves primordiais para que a palestra seja bem-sucedida e para que “brancos” não ocorram.

A análise de público é muito importante, visto que identificar quem ouvirá a palestra influencia diretamente da forma de como será a passagem da informação. Deve ter em mente que meu público é muito variado, posso dar uma palestra para médicos geneticistas, profissionais de outras áreas, alunos de graduação e pacientes.

Cada publico exige uma linguagem diferente, uma postura diferente, para que a mensagem alcance o foco, assim como o seus interesses próprios inerentes do grupo social. Não adianta falar muitos nomes técnicos a um público formado por pacientes e associações. Assim como não adianta usar linguagem muito básica para uma plateia de especialistas.

A palestra tem que apresentar um tema específico, ou seja, bem delimitado. Ter começo, meio e fim. O melhor exemplo é a minha palestra sobre perdas gestacionais. Apresento o problema, as causas do problema, as consequências do problema e por fim as possíveis soluções.

Quando se trata de saúde, é muito difícil esgotar um assunto em poucos minutos, mas tento ser o menos prolixo possível. Por isso, sempre defino o objetivo da apresentação. Baseado em um tripé: público-alvo, nível de conteúdo/linguagem e quantidade de tempo.

A apresentação ou slides é uma particularidade minha, sempre utilizo alguns padrões de formatação e fotos com licença do banco de imagens pago Shutterstock®. Sempre utilizo de Smart art e artifícios visuais, visto que o ser humano é essencialmente visual.

Após uma série de palestras anteriores e posteriores a minha, prender a atenção é o mais difícil. Como já fui elogiado, sou muito autentico, e gosto de expor, assim como nos meus textos, a minha prática como médico geneticista.

Por mais que seja aterrorizante para uns, a prática de dar aula é como aprender a dançar, no começo a pessoa treme, não consegue falar direito. Com o passar do tempo, começa a se acostumar em fazer palestras.

Defesa de mestrado genética médica reprodutiva na Unifesp

By | Congresso e Palestra | No Comments

No dia 01 de outubro de 2019 ocorreu a minha defesa do mestrado acadêmico. Iniciei o meu mestrado em 2017, e após dois anos de muito estudo, e árduo trabalho tanto clínico quanto laboratorial, escrevi minha dissertação intitulada “Caracterização molecular de oligozoospermia grave e azoospermia não obstrutiva”, com orientador Prof. Dr. Renato Fraietta, co-orientador Prof. Dr. Ciro Dresch Martinhago, na subárea de genética médica reprodutiva; realizado no Programa de Pós Graduação em Medicina (Urologia) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

O tema da dissertação de mestrado está relacionado a infertilidade masculina, os genes responsáveis pela produção de espermatozoides que estão no novo painel de predisposição genética a aneuploidias, que caso alterado, em homens pode causar infertilidade e em mulheres pode causar perdas gestacionais precoces.

A banca foi composta pelos Prof. Dr. Daniel Suslik Zylbersztejn, Prof. Dr. Edson Borges Junior e Prof. Dr. Décio Brunoni. Apresentei minha dissertação no tempo correto, e após iniciou a arguição. Segundo as regras do programa, foi um debate com os professores da banca. Fui aprovado com unanimidade e mais uma grande etapa da minha vida foi encerrada, abrindo as portas para novas oportunidades.

Sou muito grato a todos que participaram da minha dissertação, tanto durante a execução e fazendo parte da plateia. Também sou grato a minha esposa Wânnia Bruzaca e todos os meus familiares. Agradeço a Chromosome Medicina Genômica pelo financiamento e execução da biologia molecular.

Na foto, da esquerda para direita: Eu (Caio), Renato, Edson, Décio e Daniel.

E-Gene: V encontro de residentes e geneticistas

By | Congresso e Palestra | No Comments

No dia 28 de setembro de 2019, participei da quinta edição do evento E-Gene, evento focado para os residentes de genética médica e geneticistas, com enfoque acadêmico e de extensão. Nesse evento há o objetivo de ampliar o conhecimento sobre temas específicos da Genética Médica e debater tendências da especialidade.

A minha participação se deu a partir da palestra “Fatores femininos na infertilidade conjugal”, palestra em que falo sobre as principais causas genéticas de infertilidade feminina, e como sempre gosto de apresentar, casos clínicos para instigar a plateia a começar a ter um pensamento genético-clínico de casos de infertilidade, pensando também na avaliação dismorfológica.

Agradeço a comissão organizadora o convite, assim como a oportunidade de compartilhar os conhecimentos em genética médica reprodutiva.

forum-estadao-think-dr-caio-graco-bruzaca

Participação no evento Estadão: Think DASA

By | Congresso e Palestra | No Comments

No dia 05 de setembro de 2019, participei do evento Estadão Think DASA. Este evento patrocinado pela DASA, tinha como público alvo CEO de startups, profissionais de saúde, gestão e leitores do jornal O Estado de São Paulo.

Na ocasião, discutiu-se inovação e excelência médica como diferencial. Como sou um médico que sempre está em busca de inovação para um melhor cuidado ao paciente, aproveitei a situação para estar a parte do uso de novas tecnologia na transformação da gestão e do atendimento em saúde.

Sempre pensando em como a tecnologia pode contribuir para o avanço na relação entre médico e paciente, assisti as rodas de discussões, bem como me posicionei frente a novos desafios no cuidado do paciente.

Também foram muito discutidos os avanços da medicina sobre a informação do paciente. O uso de prontuários unificados, além da importância da integração de dados entre toda a cadeia de saúde, o que inclui laboratório, hospitais os médicos.

Em um outro momento, foram apresentado os desafios tecnológicos e os serviços digitais, a transformação da cultura para um mindset digital. O mindset digital nos remete, inclusive, a Integração dados, uso de prontuários Blockchain visando a segurança da informação do paciente e por fim impactos de redução de custos.

A ultima parte deste evento discutiu-se os impactos da inteligência artificial no diagnóstico precoce. O uso de novas tecnologias na tomada de decisão médica para a definição diagnóstica e terapêutica, na otimização de processos de gestão e de atendimento; e como todos esses processos são validados com embasamento científico.

Nesse evento, foi possível eu aprender também com profissionais de outra áreas, como o Lailton Araujo, professor secundarista de Biologia, em que conversamos muito sobre uso de tecnologia e genética.

Participação no II Workshop Encodexa sobre teste genético pré-natal não invasivo NIPT. NIPT - Conceitos, Indicações e Aplicações Clínicas

II Workshop NIPT Encodexa

By | Congresso e Palestra | No Comments

No dia 02 de agosto de 2019, participei do II Workshop ECDX (Triagem Pré-Natal para Aneuploidias – NIPT), a convite do Dr. Pedro Castro, médico geneticista responsável pela Encodexa/Genoa. Na ocasião, mais de 100 médicos especialistas em ginecologia, medicina fetal e genética marcaram presença no evento, realizado pela Encodexa no Hotel Renaissance, em São Paulo (SP).

O público conferiu palestras de conceituados especialistas em genética e ginecologia. A minha palestra foi intitulada “NIPT – Conceitos, Indicações e Aplicações Clínicas” e foi ministrada pontualmente às 09:25 da manhã, com duração de 50 min. Esta palestra é sobre o NIPT, dos exames relacionados a medicina fetal, a fim de rastrear alterações cromomossômicas, como as trissomias e a síndrome de Down.

Ouve também, participação internacional com o Dr. Jose Pablo Marchili, médico ginecologista-obstetra de Buenos Aires (Arg), fundador da Veragen, em que palestrou sobre a sua experiencia no teste genético em seu país.

Foi uma grande oportunidade para discutir os avanços do exame pré-natal não invasivo e a evolução crescente da demanda no Brasil e no mundo.

Tema da palestra: diagnóstico genético pré-implantacional

III Seminário de Doenças Raras Carioca – Rio de Janeiro (RJ)

By | Congresso e Palestra | No Comments

Ontem, dia treze de março de 2019, participei do III Seminário de Doenças Raras Carioca, realizado no Rio de Janeiro (RJ). Fui convidado pela associação MOVELA para ministrar a palestra “Diagnóstico genético pré-implantacional na prevenção de doenças raras”.

Durante esta palestra apresentei um pouco sobre a vivencia na APAE-SP, além das novas tecnologias, os novos exames, e por fim apresentei a utilização da análise embrionária durante o tratamento de reprodução assistida.

Vale ressaltar que foi altamente proveitosa, apesar da baixa acessibilidade do local num evento focado nos raros. Troquei experiencias com associação de portadores e/ou pais: fibrose cística, da epidermólise bolhosa, da acondroplasia, da polineuropatia amiloidótica familiar (PAF) e outras pessoas com esclerose lateral amiotrófica (ELA).

De qualquer forma, sempre é proveitoso participação em eventos como este, o meu papel como médico geneticista, além do consultório é a educação em saúde, ou seja, ensinar a população sobre condições, inovações e novas tecnologias para enfim poder promover saúde.

palestra síndrome de down caio graco bruzaca zan mustacchi aula palestra sobre genética

Palestra sobre genética e síndrome de Down no Curso de Especialização CEPEC-SP

By | Congresso e Palestra | No Comments

No sábado, dia 02 de fevereiro de 2019, fui convidado, representando a Chromosome Medicina Genômica, para dar palestra sobre genética no Curso de Especialização em Síndrome de Down, no Centro de Estudos e Pesquisa Clínica de São Paulo (CEPEC-SP). Este curso é coordenado pelo Dr. Zan Mustacchi.

O público alvo era pediatras nas diversas especialidades e a equipe multidisciplinar, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicopedagogos. O tema da palestra era sobre novos exames em genética, em especial na citogenética e sua aplicabilidade na síndrome de Down.

Apesar de este ser o tema central, sempre gosto de falar sobre a vivência do médico geneticista, tanto em consultório quanto na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE-SP). Para um público bem diversificado, foi possível falar sobre o que é deficiência intelectual, sobre as causas, bem como como é a vida de um indivíduo com deficiência intelectual.

Ainda sobre isso, sempre falo sobre a diferença entre diagnóstico sindrômico, etiológico, tratamento e aconselhamento genético. Isto é fundamental em toda consulta com médico geneticista e por fim a rodada de discussões que foi muito produtiva.